Dicas

Fungos, o que tem a ver com Nutrição?

TUDO!!! Olá pessoal, é bastante provável que muitos de vocês já sofreram com fungos, quer seja na pele, unhas ou órgãos genitais. A maioria dos tratamentos são bastante eficazes, mas as vezes o fungo volta a incomodar. Isso porque a origem do problema não foi tratada.

Você sabia que nosso intestino tem fungos vivendo lá? Isso é normal! Eles desempenham funções muito importantes como fermentação e controle do pH das fezes. O problema acontece quando eles se reproduzem de forma desordenada e aumenta muito a população.

A quantidade exagerada de fungos intestinais causa vários desconfortos, tais como gases, aumento do apetite por doses (até a compulsão por doses), digestão ruim, dificuldade em evacuar, diminuição da absorção de nutrientes etc. Essa proliferação exagerada dos fungos faz com que eles acabem saindo de dentro da luz intestinal e migrando para outras regiões.

Nas mulheres a vagina é o local de primeira escolha desses fungos, pois o local tem semelhantes condições de vida causando assim as chamadas cândidas vaginais. E muitas vezes as cândidas se manifestam repetidas vezes ao longo do ano. Isso acontece porque a origem do problema não foi tratada.

Nos homens é grande o numero de fungos nas unhas, pois usam sapatos fechados e meias mesmo nas estações mais quentes. Isso não quer dizer que mulher não possa ter fungos nas unhas e homens na região genital, podemos ter fungo em qualquer lugar, o que quero deixar claro é a origem deste mal.

Ao longo desses anos como nutricionista funcional, especialista em alergias alimentares e distúrbios intestinais, peguei inúmeros casos de fungos. O tratamento intestinal conjunto com o antifúngico (recomendado pelo médico), tem um efeito decisivo. Da próxima vez que você tiver que tratar um problema de fungo, lembre também de tratar seu intestino.

× Olá!